Paróquias do Porto Santo

© 2018 por Paróquias do Porto Santo

  • YouTube - White Circle
  • Facebook Clean
  • White Google+ Icon
  • White Instagram Icon

Igreja do Espírito Santo

Edifício

Imóvel de planta longitudinal, composto
por nave e capela-mor com sacristia adossada a Oeste. Fachada principal terminada em empena de perfil curvo, com cornija em cantaria pintada de cinzento e com cunhais em cantaria rija sobrepostos por pináculos. Nela rasga-se um portal de arco pleno em cantaria encimado por janela, também de volta perfeita, na mesma pedra. Estes vários perfis curvos mostram que já é uma fachada de linguagem barroca, embora tímida.

Interior

O interior é percorrido por um lambril de azulejos,tipo tapete, de execução recente. A cobertura é pintada com elementos fitomórficos e cartela central. O arco triunfal, de volta perfeita, é em cantaria local, com espaldar de perfil curvo onde se inscreve a representação simbólica do Espírito Santo, sobrepujado por coroa real.

Capela-Mor

A capela-mor ostenta um retábulo em talha policromada, maneirista, de meados do Século XVII. No painel central encontra-se uma interessante e valiosa tábua flamenga, renascentista, datada da primeira metade do Século XVI  epresentando a “Natividade” e atribuída a Josse Van Clève. Este quadro deve ter sido aparado para caber no novo retábulo e foi acrescentado superiormente com a figura de Deus Pai, acrescento grosseiro como é
facilmente reconhecível pelo tratamento pictórico. O frontão do retábulo é interrompido por um tondo com os símbolos do Espírito Santo rodeado por querubins em alto-relevo. A capela primitiva data do Século XVII mas a que chegou até nós é já uma reconstrução do Século XIX mandada erguer pelo Capitão Sebastião António Drumond. O adro é calcetado a calhau rolado e embelezado com palmeiras e cedros..

Bibliografia:

MENEZES, Fátima. Inventário do Património Imóvel da Ilha do Porto Santo, Câmara Municipal do Porto. Santo, 2009, p. 48.